quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Museu do Chocolate

Ultimamente com a onda de visitas de amigos, (adoro receber visitas) tenho ido bastante ao museu do chocolate. Não acho ruim, não!

Feliz da vida


O Schokoladenmuseum fica em Colônia, bem perto do centro antigo, dá pra ir andando. Ao entrar no prédio, logo nos deparamos com a lojinha do museu. O fabricante responsável é nada mais, nada menos que a marca suíça Lindt. A lojinha tem à venda chocolates Lindt por todo o canto. Lógico que só isso já é motivo bastante para dar uma paradinha lá. Entendo o frisson da marca: os suíços (e belgas) realmente entendem de chocolate. Confesso que acho a marca bem carinha no Brasil e não tenho coragem de comprar, mas umas comprinhas na Europa valem muito a pena.


A lojinha já é um estouro!




Se você quer só fazer umas comprinhas, pode ficar pela loja mesmo e não entrar na exposição. Já cansei de fazer, não há nada de errado nisso! Agora, se você tiver tempo no seu roteiro para fazer uma pausa de algumas horas, o acervo do museu é bastante interessante. A entrada custa 9 euros.
No início, aprendemos sobre a matéria prima do chocolate: o familiar Cacau, conhecido em terras brasileiras e nas novelas que a globo adora reprisar. Quem não lembra de Renascer? Pra quem aprendeu muito com as novelas como eu, vai somente relembrar todo o processo de colheita e tratamento do cacau, porque saber, eu já sabia. Essa parte é bastante detalhada e interativa, tem até uma mini floresta tropical em uma estufa, com muitas plantas conhecidas nossas.

O segundo andar tem uma versão diminuída de uma verdadeira fábrica de chocolate. Vemos todos os processos de feitura de uma barra de chocolate Lindt. Desde a mistura dos ingredientes até a sua embalagem. Curiosidade: a barrinha feita na fábrica é entregue ao visitante logo na entrada. Para os chocólatras é difícil se controlar: degustamos chocolates a todo instante! Também no primeiro andar vemos uma simpática mocinha dando amostras, vindas de uma divina fonte! Ainda no mesmo andar, em um mezanino, está a minha parte preferida do museu: uma lojinha aparentemente despretensiosa, mas que na verdade vende o chocolate dos seus sonhos!


A fonte fica protegida!          Foto da amiga Mariana Brandão

Isso mesmo: a Lindt faz pra você o chocolate com os toppings que você escolher. Não sei vocês, mas é um sonho antigo poder montar a minha própria barrinha. Com uma ficha, você escolhe o seu tipo preferido (entre meio-amargo, ao leite ou branco) e seus toppings prediletos ( entre frutas desidratadas, castanhas de todos os tipos e até ursinhos de gelatina). A moça então faz a barra na sua frente, e por um vidro, assim como nas maternidades, você pode corujar à vontade. Em 35 minutos ela fica pronta, depois que for resfriada. Cada barra custa 4,90 euros. A minha era de chocolate branco, morangos desidratados, raspas de limão e cacau em pó.

Chocolate da mamãe

Enquanto você espera a barra ficar pronta, pode ir a última parte da exposição, que fala dos povos pré-colombianos da América, da história do chocolate pelo mundo e das principais marcas de chocolate da atualidade. Tudo bem bacana.

Você se quiser, pode ainda reservar uma aula particular de culinária com chocolates, em uma cabine climatizada da Lindt. A aula dura em média 3 horas e é cobrada à parte, com preços que variam de 40 à 85 euros por pessoa, dependendo do tamanho do grupo. Isso eu ainda não fiz.

Não deixe de ver o museu do chocolate quando estiver em Colônia!

Schokoladenmuseum - Köln:

Am Schokoladenmuseum 1a
50678 Köln


2 comentários:

  1. quero ir!!! esses bombons parecem gigantes!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São quase do tamanho de um Sonho de Valsa, assim :) Ia adorar uma visita sua!! Bjo, saudades

      Excluir